6.2.07

Tolerância O e democracia também!


Cada coisa que acontece neste Brasilzão que, se não assistíssemos na tv, nós nem acreditaríamos. Como todos puderam ver nos noticiários de TV, jornais, e na internet, ontem o Prefeito da Cidade de São Paulo agiu agressivamente contra um manifestante que protestava numa Unidade de saúde na Zona Norte.

O manifestante, desempregado a três anos, protestava contra a lei Cidade Limpa, que tem finalidade de acabar com a poluição visual de São Paulo. Segundo o cidadão, que trabalha com a confecção de placas e faixas, seu negócio tem sido prejudicado em função desta lei. Por isso resolveu protestar ali, aproveitando a presença do Prefeito e da mídia. Nada mais comum!

O Prefeito Kassab, não intimidado com as câmeras das emissoras, além de tirar o pobre coitado da Unidade aos empurrões, agrediu-o verbalmente xingando-o de “vagabundo”, não apenas uma, mas várias vezes.

Em entrevista exclusiva para o Jornal da Globo, que começou logo após a Tela Quente desta segunda-feira, Kassab disse que não irá pedir perdão pelo que fez, que agiu certo, e, acredite, espera que o manifestante peça desculpas.

Aí vem a pergunta que não quer calar: Pedir desculpas de quê? Pra quem? Por quê? Faça-me um favor, e como diria o pessoal lá em casa: vai plantar batata Kassab!!!

Imagine só como deveria ser o pedido de desculpas daquele homem: "Desculpe-me por ser um pobre brasileiro que não tem certeza se terá ou não o que comer amanhã! Desculpe-me por tentar me valer do direito constitucional da liberdade de expressão, para fazer conhecido meu inconformismo em relação à determinada lei. Desculpe-me por acreditar que vivemos em um Estado Democrático de Direito no qual eu teria o direito de discordar, de me opor e de manifestar meus pensamentos. Em fim, desculpe-me por levar a sério a Constituição."

Coitado, certamente aquele pobre homem nem tem idéia de que tudo isto lhe é garantido pela Constituição. Uma coisa agora ele sabe, embora a tentativa de exercer os seus direitos não seja crime, é proibido! Proibido porque nossos governantes se sentem... Digamos que se sentem incomodados com a Democracia.

Democracia? Sim, mas somente quando ela me favorecer.

O povo leva torta na cara todo ano, mas o Prefeito da maior cidade brasileira não pode assistir um ato de indignação de um cidadão que, antes de nos esquecermos, lhe conferiu poderes para estar lá governando.

Políticos trabalham para o povo. Ou será que é o contrario; o povo é que trabalha para os políticos?

Resta-me apenas fazer uma oração.

Oração de um pobre vagabundo

Deus meu, Deus meu...
Atenta-te a ouvir este pobre vagabundo
Que vagabundo não quer ser...
Mas que aos olhos da sociedade,
Vagabundo, nunca deixarei de ser...

Dá me um emprego e resgata minha dignidade,
Permita-me encontrar alento e felicidade.
É o que lhe peço humildimente com toda sinceridade.
Amém!

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails