3.6.07

A verborragia encarnada

Pode ser que você nunca tenha ouvido ou lido esta palavra: verborragia. No entanto é difícil de acreditar que você ainda não ouviu ou viu a “verborragia em pessoa” sendo notícia nos telejornais.

Do que estou falando...?

Espere. Primeiro temos que definir o que é verborragia.

De acordo com o Dicionário da Língua Portuguesa Priberam , verborragia consiste em: “fluência excessiva de palavras; verbosidade inútil; logorréia.” Ou seja, uma pessoa verborrágica é aquela que não contém as palavras, não tem “papas na língua”, não pensa para falar, dentre outras coisas.

Ainda não entendeu? Tudo bem. Agora você vai entender. Estamos todos carecas de receber notícias acerca do presidente Venezuelano Hugo Chávez e suas pentelhagens.

Ele já chamou o Bush de “diablo”, mandou a ALCA “al carajo”, e agora, em retaliação aos pronunciamentos do Congresso Nacional em oposição ao fechamento da RCTV, disse que seria mais fácil o Brasil voltar a ser colônia de Portugal do que ele voltar atrás na sua decisão.

Chávez não mede as palavras em seus pronunciamentos públicos. Ele parece mais um apresentador de programa de jornalismo sensacionalista do que um presidente sério. Por motivo da ocasião em que chamou Bush de diabo, na 61ª Assembléia Geral da ONU, a Venezuela perdeu a chance de ocupar vaga temporária no Conselho de Segurança. A título de curiosidade, nesta ocasião Chávez discursou durante 20min – o limite máximo é de 15 minutos.

Sendo assim, se você ainda não sabia a significação de verborragia, fique de ouvidos bem abertos aos pronunciamentos do ilustradíssimo presidente Venezuelano, pois este pode ser encarado como a personificação ou encarnação de todos os significados que esta palavra pode ter.

Pobres venezuelanos... Tomara que saiam ilesos deste governo insensato que caminha rumo à ditadura.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails