11.7.07

Sedentarismo espiritual

Por Carlos Henrique Gonçalves

Vive-se a época do bem-estar. Em busca da saúde perfeita, as pessoas declinam frente aos mais audaciosos processos milagrosos que se tem no mercado.

Vão desde as “super-pílulas” emagrecedoras até horas a fio dentro das academias, tudo em busca do bem pessoal.

A atividade que ganha destaque é a caminhada praticada por aqueles que anseiam por uma boa saúde, e, frise-se, não estão errados. Muito pelo contrário, trilham o caminho correto, haja vista que o corpo precisa de atividades físicas regulamentares, pois estas estimulam o organismo a produzir certas substâncias que proporcionam o resultado esperado, ou seja, satisfação.

Contudo, não é só o corpo físico, mas também o espírito, parte importante do corpo como um todo, que necessita sair da morbidez.

As pessoas dão importância apenas à parte física esquecendo-se da parte espiritual. Esta parte também precisa ser trabalhada, exercitada, alimentada...

Mas, o espírito precisa de alimento? Claro que precisa! Todavia, não é qualquer alimento que o satisfaz e nem todo lugar pode-se encontrar o verdadeiro alimento para ele. O alimento que contém todos os ingredientes necessários para o crescimento sadio do espírito é a palavra de Deus encontrada nas sagradas escrituras, revelada pelo Criador através dos séculos. Ezequiel, profeta de Deus, disse que as palavras do livro eram doces como o mel (Ezequiel 03.03), e noutra passagem, Davi diz: “mais doce que o mel que goteja dos favos” (Salmo 19:10).

Depois de bem alimentado, o espírito precisa ser trabalhado. Assim como se cuida de uma criança, o mesmo acontece com o espírito, a fim de que ele aprenda as coisas corretas e o caminho verdadeiro que o conduz de volta a Deus que o deu (Eclesiastes 12.07), pois do contrário pode ir para um lugar longe de Deus.

Ao exercitar o espírito coloca-se em prática aquilo que aprendeu, ganhando uma proximidade com Deus, através do diálogo entre a criatura e o Criador, via oração.

No entanto, hoje se vê pessoas espiritualmente raquíticas, pois não alimentam o espírito, e outras obesas porque o alimentam muito, mas não o exercitam.

O povo de Deus carece sair de vida espiritual sedentária, buscar os dons e o fruto do Espírito Santo de Deus, o Consolador. Ainda que não se saiba como pedir, Ele intercede como gemidos inexprimíveis à causa. (Romanos 08.26).

Não somente corpo bonito, mas um conjunto bonito, composto de corpo e espírito, pois o pensador, outrora, já dizia “mente sã em corpo são”.

Carlos Henrique é meu amigo, funcionário público, membro da Comunidade Batista de Pouso Alegre e faz parte do grupo cristão Casados para Sempre. Enviou-me esta reflexão ontem. Li e gostei, postei!

Um comentário:

Anônimo disse...

Oi vi que o Carlos alberto Faz parte da Om. Batista de P. Alegre, sera que alguem que o conheca poderia me colocar em contato com o pastor dele o abiezer Shumisk?

obrigado

Mario Cesar

rasecm@ymail.com

Related Posts with Thumbnails