25.9.07

Migalhas kierkegaardianas

"O homem é uma síntese entre infinito e finito, de temporal e de eterno, de liberdade e de necessidade, é, em resumo, uma síntese. É a relação de dois termos uma síntese."

"Por mais estrita que seja no mais sua forma, todo conhecimento cristão é inquietação e deve sê-lo. No entanto, essa mesma inquietação edifica. A inquietação é o verdadeiro comportamento para com a vida, para com nossa realidade pessoal e, por conseguinte, ela representa, para o cristão, a seriedade por excelência."
"A consciência dá a sua medida. Quanto mais consciência houver, tanto mais eu haverá. Pois que, quanto mais ele cresce, mais cresce a vontade, e haverá tanto mais eu quanto maior for a vontade. Num homem sem vontade, o eu é inexistente. Todavia, quanto maior a vontade, maior será nele a consciência de si mesmo."

Migalhas extraídas de O Desespero Humano, Editora Martin Claret.

2 comentários:

Francisco Chagas disse...

Bom dia, meu caríssimo amigo! Vou improvisar um comentário curto, e espero ser preciso. "O Desespero Humano" é uma obra estética belíssima. Ela se move essencialmente por vias da razão e os sentimentos.
Aí está, sugiro marcar e publicá-la em migalhas como disse. Srá um prato cheio. Um grande abraço.

Pedro Grabois disse...

Olá Humberto,
sou estudante de filosofia e já li O Desespero Humano, o Kierkegaard me inspira muito.
Sou ligado também a uma visão integral do ser humano, do mundo e de Deus.
Se puder dê um pulo nesse blog http://justicaintegral.blogspot.com
poderemos trocar muitas idéias por lá tbm.

Abração,
Pedro Grabois.

Related Posts with Thumbnails