15.11.07

Já era hora

Definitivamente, Hugo Chávez não seria o tipo de pessoa a quem pediríamos para fazer uma prece antes de uma refeição, não o chamaríamos para falar num aniversário de 15 anos e nem daríamos a ele a palavra em uma cerimônia fúnebre.

Isso porque ele fala demais! Ele fala, fala, fala, fala e nunca se cansa. Aliás, quem cansa é quem ouve o seu discurso falastrão. Seus discursos são famosos por serem extremamente longos e por não haver filtro de conteúdo. Por conta deles, já se desentendeu com uma pá de líderes políticos.

Parecia que nunca alguém teria peito de mandá-lo se calar, um bom cala-boca em Chávez até que não seria mau, esse era o desejo de muitos e aconteceu. Na reunião da XVII Cúpula Ibero-americana, Chávez desandou a fazer críticas agudas em relação ao ex – primeiro-ministro espanhol José Maria Aznar, e isso na presença do Rei Juan Carlos I e do sucessor de Aznar, o primeiro-ministro José Luiz Zapatero.

Foi então que o Rei não agüentou tanta indiscrição e aloprou: "Por qué no te callas?"

Enfim aconteceu, já era hora de alguém colocar este verborrágico no seu lugar.

A parte feia da história toda (porque esta é a parte cômica, claro) é que o nosso querido presidente Lula resolveu entrar em defesa do Chávez. É... absolutamente incrível, mas é verdade! Em entrevista a repórteres, Lula disse que Chávez não saiu da linha, e mais: ele ainda falou a favor da possível reeleição do presidente venezuelano (será o terceiro mandato de Chávez, se ele se reeleger).

Agora está na hora de alguém dar um cala-boca é no Lula...

Fonte: Folha

Um comentário:

Roger disse...

É Beto pelo visto o Hugo Chaves vai implantando uma ditadurazinha na Venezuela...
Que pena!

Related Posts with Thumbnails