8.3.08

O que você me diz?

Acabei de ler estas palavras no site do Ricardo Gondim:

Se alguém gasta sua riqueza e ajuda, mas com a intenção de prosperar, ele não é nobre, apenas esperto. Se alguém almeja ser santo para ganhar algum galardão no céu ou uma vida melhor numa possível reencarnação, ele não é digno, apenas interesseiro. Se alguém quer andar sobre a risca da lei com medo de possíveis ataques do diabo, ele não é verdadeiro, só covarde.

Além do fato de estas palavras terem atraído minha atenção, não tenho muito a dizer, só proponho uma reflexão: será que somos capazes de viver e provar uma espiritualidade cristã na qual consideremos, em sinceridade, tais afirmações?

Um comentário:

danieldliver disse...

Humberto, acredito que só o AMOR pode fornecer a estrutura e a força para viver assim.
Pois amor é desejar o bem do outro. Desejando o bem de Deus, encontramos a nossa vida de volta.

Related Posts with Thumbnails