24.10.08

Resposta ao Jorge Eduardo, sobre os comentários à postagem "Nossa Condição"

Olá, caro Jorge!

Para mim não há o que acrescentar, este suposto “outro tipo” que você mencionou, para mim, está inserido no tipo A, no primeiro tipo que eu elenquei.

Isto porque quis aqui apenas lançar uma luz, plantar uma semente de discussão acerca da nossa condição enquanto seres humanos.

Concordo plenamente que não devemos nos conformar com o pecado, contudo seria ingenuidade nossa ou até mesmo pretensão besta e orgulhosa nos acharmos sem pecado ou perfeitos porque somos cristãos. Não, não é essa mensagem do Evangelho, ela é na verdade um convite à perfeição, um chamado para trilhar o caminho que nos levará a ser plenamente humanos em Cristo e à sua imagem e semelhança, à sua estatura. Enquanto estivermos aqui, seremos pecadores.

Reconhecer-se em desespero (em estado de pecaminosidade) é reconhecer-se dependente de Deus e atribuir a ele, e somente a ele, nossa salvação.

“Quem não tiver pecado que atire a primeira pedra...”, recorda-se?

“Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós”, disse João (I Jo 1.8).

Assumir não significa apenas “tomar para si” e “sobre si”, também significa “reconhecer”. Eu assumo que fui eu quem pecou!... Assumo ter sido eu o autor deste texto!... E, claro, tomo para mim a responsabilidade das palavras que aqui proferi.

Tanto você quanto eu sabemos que, caso não haja este tipo de explicação no dicionário, as palavras têm os significados que damos a elas...

Entende?

O caminho da santidade passe pelo reconhecimento de nosso estado, nossa condição. Assim como o caminho da cura passa pela aceitação da doença. Não aceite você que tem problemas em suas amídalas e nem vá ao médico buscar solução pra você ver no que vai dar... Sua inflamação não se resolverá, você não alcançará a cura para este mal... Assuma que está doente das amídalas e estará mais perto da cura do que já esteve antes de reconhecê-lo.

Simples como dois e dois são quatro.

Abraços fraternos.
_________________________

Outras leituras: A música da Zélia e a corrente idéia de pecado

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails