19.11.08

Teologia "des-graçada"

Ela está doente. A doença é grave. Há uma oportunidade de ir para os Estados Unidos para algumas pesquisas. Não há muitas expectativas. Até onde se sabe não há cura para o mal que a jovem tem. Provavelmente ela terá que conviver com isso por toda sua vida!

Segundo sua tia, ela está pagando por atos passados. Não valorizava a família, sempre foi rancorosa e vingativa, e inda por cima – talvez o “pior” de todos os pecados –, ela tinha o mau costume de transar com seus namorados.

Neste caso, a enfermidade é certamente um sinal da justa mão de Deus. E eu, em silêncio obrigatório e torturante, tendo que ouvir tudo isso sem me pronunciar. Até porque não adiantaria contrapor tal pensamento. Essas crenças, ditas cristãs, formam a base de toda a teologia e prática de muita gente entre aqueles que se dizem seguidores de Jesus.

O que a tia da garota considera a mão de Deus, eu considero no máximo como a ausência dela. Se qualquer mal adveio a esta garota devido à vida que ela leva, isso não deve estar ligado ao desejo punitivo de Deus, mas sim às conseqüências dos caminhos que ela seguiu. Mas pode também não ser nada disso. Todos os que vivemos estamos sujeitos a quaisquer dos males que afligem a humanidade.

E mais: não é isso que aprendemos com Jesus. Ele não nos apresentou um Deus rancoroso e vingativo, pelo contrário...

Sem contar que tal crença tem lacunas as quais ninguém dentre os que a sustentam se habilitam a preencher.

É só arrazoar: Se Deus é assim, como pensam os religiosos, por que é que não adoece também os cabeças do tráfico de drogas? Por que não assola com enfermidades os estupradores, os assassinos de criancinhas e os governantes corruptos que exaurem as verbas destinadas ao cuidado dos mais pobres? Por que não afligiu desde logo o Bush e outros muitos que dirigem seus países como se estivessem em um jogo de War? Por que tanta gente ruim continua a anos fazendo o mal e nada lhes ocorre?

Só posso concluir uma coisa, essa uma teologia é “des-graçada”!

2 comentários:

Roger disse...

Boas perguntas.

É verdade que a imoralidade é pecado e não deve ser tolerada no seio da igreja. Fora dela já é outro problema e não nosso...

Mas também não deve ser tolerada de igual forma a avareza, a idolatria, o roubo, e etc.

Vítor Carvalho Ferolla disse...

O Pava está fazendo uma Newsletter só para blogueiros e dessa vez é sério.


Para entrar na lista basta me enviar um e-mail com seu Nome, E-mail e Endereço de Blog para:


amigodopava@gmail.com


Obrigado.

Related Posts with Thumbnails