24.12.08

Feliz Tudo!

Já não sei o que pensar respeito das festividades de fim de ano. O que pensar sobre o Natal? E a virada? Consumismo desenfreado, superstições tolas, demonstrações simuladas de afeto e fraternidade...

O Deus encarnado. O Eterno irrompendo no temporal. O Senhor que se limitou por amor de suas criaturas. O Deus-menino, o Deus-homem, o homem-Deus. Plenamente homem, plenamente divino.

Outra vez é Natal! Mas... e daí?...
Outra vez o Ano Novo se avista... mas... para onde estamos indo?

De qualquer forma, Feliz Natal (a festa da encarnação do Deus vivo)!
E um Ano Novo de bênçãos muitas!

6 comentários:

Alberto Vieira disse...

Cara,


bacana o post.

Hoje passei o dia pensando coisas semelhantes.

Feliz natal ? Que natal?


abração meu caro

Humberto Ramos disse...

Rapaz!

Que bom ter você por aqui.

É, meu irmão, se conhecemos o Evangelho Genuíno de Cristo, não tem como não pensar nestas coisas; não é?

Abração.

Eduardo disse...

Críticas são bem vindas quando por trás delas existe um espírito de mudança sedento para agir e transformar o que se vê de errado nas coisas.

Se existe tal espírito em você, parabéns pelo post.

Chico disse...

Grande Beto!!

Esses grilos também assombraram minha cabeça nesse final de ano.

Humberto Ramos disse...

Eduardo, tudo bem?

Rapaz, há em mim tal espírito! Espero fervorosamente que Deus me capacite para contribuir de alguma forma com as mudanças que a vida precisa onde quer que eu esteja.

Obrigado pela visita ao blog!

Humberto Ramos disse...

Meu amigo Chico,

Eu diria que estes grilos são um bom sinal... rsrsr

Related Posts with Thumbnails