20.3.09

Casa de Deus (?)

Acabei de receber em meu e-mail uma daquelas reflexões que o Caio Fábio envia aos cadastrados em seu site. Nela havia, entre tantas perguntas, essa: Você realmente acredita que um prédio que leve o nome de “igreja” é a casa de Deus?

Gostaria de ouvir tal pergunta nos púlpitos das igrejas. Mas quem a fará? Os “pastores”, “os presbíteros”, os “apóstolos”, os empresários da fé?

Parece inofenciva (ou não) tal pergunta... mas a resposta que damos a ela molda nossa espiritualidade.

2 comentários:

Robson Rosa Santana disse...

Não acredito que o prédio tenha de ser chamado de igreja. Prédio é prédio. Espaço. O que fico a pensar é o que realmente está por trás da pergunta.
Antigamente a liderança se preocupava em fazer uma distinção clara. Por exemplo, pastoreei uma Igreja, de origem centenária, que tinha escrito assim: "Templo da Igreja Presbiteriana...". Acho que assim deve ser o correto, pois a igreja são as pessoas. E nossos corpos e almas são templos do Espírito.
NO ENTANTO, mesmo não havendo a necessidade de um templo central como o de Jerusalém. O princípio de reunião, do ajuntamento do povo de Deus permanece (1 Co 14.26; Hb 10.25).
Fico com receio de que não se dê a devida importância ao lugar reservado para a igreja está junta e assim cumprir alguns de seus propósitos ali.
Ou seja, biblicamente um prédio não pode ser chamado de casa de Deus, mas que se se valorize o aspecto de que ali foi consagrado para nos reunirmos, no mínimo isso.
Deus continue te abençoando.

RRSantana

Humberto Ramos disse...

Caro Pastor,

Sobre dar devida importância ao lugar reservado para a Igreja se reunir, penso que se deve dar importância a qualquer lugar em que os irmãos se reúnam para cultuar, afinal, onde estiverem dois ou mais reunidos em nome de Jesus, há a promessa de que Ele estará presente.

Agora, o que eu realmente questionei com certa ênfase no texto foi o uso da expressão "Casa de Deus" ao lugar de culto.

Algo que me preocupa profundamente é a sacralização do templo: basta ligar a TV pra assistirmos algum pregador dizendo que em determinado endereço Deus vai comparecer para abençoá-lo, e dizem como se Deus estivesse condicionado àquele local. Mentira, Deus está além de tudo isso!

Outro fator importante, quando passo a chamar, ainda que inconscientemente, o templo de Casa de Deus, permito que os irmãos mais novos assimilem tal afirmação, não compreendendo a liberdade de culto, reunião e organização presentes na vida da igreja cristã.

E mais, podendo cair em erros terríveis, como o de achar que somente estando fisicamente presente ali Deus o abençoará, ou tendo algum tipo de reverência naquele local que não reflete sua reverência e amor demonstrados na vida cotidiana.

Outras questões poderiam ser levantadas, mas demandariam maior dedicação e tempo.

A fim de não deixar pairar dúvidas a cerca do que penso a respeito da reunião dos que crêem, creio ser fundamental a reunião, o mútuo serviço e ministração por meio dos dons distribuídos pelo Espírito Santo, e a devoção pelo culto/adoração.

Related Posts with Thumbnails