2.6.09

Pensar (não) dói!

Para algumas pessoas pensar dói. Parece idiota mas é verdade.

Se quisermos saber da disposição de alguém para pensar, basta confrontar as suas idéias. É neste momento que a capacidade de reflexão de uma pessoa pode ser medida: quando suas posições são contrapostas.

Se for preguiçosa, certamente se esquivará, não argumentará de forma lógica; ou mesmo deixar-se-á tomar pelo impulso da ira. Não havendo argumentos, por vezes haverá violência (verbal ou física).

São irascíveis os irreflexivos. A fúria é menos torturante que a meditação profunda acerca de um assunto. Mudar de idéia, bem... parece tão exaustivo. É uma afronta pedir que se considere uma afirmação oposta.

Ao lidar com tais pessoas, o melhor a se fazer é torturá-los com a dúvida, questionando-os apenas. E nunca perder tempo com longas explanações, afinal não querem aprender. Se julgam donos de todo conhecimento e verdade.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails