2.6.09

Saudade em cheiro e sabor

Por vezes a saudade me vem em cheiro e sabor. Saudade de comida caseira na mesa. Cheirinho de coisa gostosa sendo feita logo cedinho. Sabor de coisa caipira lá da terrinha, da tradição passada de pai pra filho que a gente nem sabe direito que é tradição.

Transmissão hereditária, que está no sangue e na alma, imprimida no jeito de ser, fazer, e de viver...

Arroz e feijão feitos na panela de ferro no fogão à lenha, frango caipira refogado com cheiro verde, pastel de farinha de milho com cafezinho. Aquela feijoada, tutu, virado de banana, bolachinha de nata com goiabada... ai, ai, ai... que saudade!

“E as pessoas, você não tem saudade delas?”

Ah, sim. Claro! Tudo isso sem gente ao redor num vale nada... Bem, pra ser sincero vale sim, mas não tanto quanto nos momentos em que estão na roda proseando nossos pais, irmãos, amigos e vizinhos.

Ao desejar estas coisas, desejo também as pessoas amadas. Ao lembrar de tudo isso, me recordo dos deliciosos momentos que passamos juntos. Ora, não foi Jesus quem disse que deveríamos comer e beber em memória dele?

Certamente ele sabia como nossos sentidos degustativos eram poderosos para nos recordar daqueles que mais amamos, e com quem já desfrutamos saborosos banquetes.

2 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Ola Humberto!


Queria convidar você para conhecer o meu blog, o Genizah que horas é pirado e engraçado, horas é exaltado e sério, mas é super do bem e tem como regra levar o Evangelho da Liberdade Verdadeira e a Santa Subversão de Jesus ao mundo egocêntrico e perdido nos seus valores! E, ainda dando tempo, aproveito para tirar uma onda com este pessoal que anda explorando a fé das pessoas e ainda dizendo que são cristãos... Ops!

Por minha vez, já me tornei seu seguidor.

Abraços em Cristo e Paz!

Danilo

http://genizah-virtual.blogspot.com/

Humberto Ramos disse...

Olá, Danilo

Obrigado pela visita. Visitarei seu blog,sim.

Confesso que ando muito atarefado e sem muito tempo pra visitas internetianas, mas creio que aparecerá um tempinho para que, com calma, eu o visite.

Abraços fraternos.

Related Posts with Thumbnails