22.9.10

Neymar, o menino rei!


Dorival Júnir aguentou firme, defendeu o mimado do Neymar em todas as suas fanfarronices, justificou suas ações como sendo características de um suposto jeito moleque. Aguentou firme até que, indisciplinado e se achando um deus do futebol, Neymar se voltou contra o próprio técnico ofendendo-o durante o jogo contra o Atlético Goianiense/GO.

Motivo: o moleque mimado queria bater o pênalti marcado em favor do Santos, porém fora impedido pelo capitão do time, cuja decisão tinha o aval do treinador. O que gerou xingamentos de Neymar direcionados ao técnico.

Após ser punido com multa pecuniária e também com a suspensão indefinitiva dos gramados, Neymar perdeu a chance mostrar que também pode ser admirável como ser humano. 

Infelizmente, o lobby realizado nos bastidores, e a “moral” que o jogador ostenta dentro do time impediram Dorival Júnior de continuar tentando ensinar algo a esse jovem mal educado.

Por agir em desacordo com os dirigentes do Santos, que queriam o retorno imediato do jogador, Dorival foi demitido. E com ele vai-se embora também o bom senso, o tratamento humano e desinteressado em relação àquilo que poderia ser uma das maiores pérolas do futebol brasileiro porém tem-se tornado apenas um grande catalisador de polêmicas, desrespeito aos colegas de trabalho e total irresponsabilidade.

Neymar é o cara. É o novo rei do futebol, e a ele se curvam os “donos” da bola, de maneira que os dirigentes santistas optaram claramente pelo valor econômico representado por Neymar em detrimento do desenvolvimento do seu caráter. Neymar, pelo visto, continuará agindo como moleque daqui para frente, já que tem o apoio dos dirigentes do clube.

Coitado do próximo técnico do time paulista... Deverá assumir o cargo consciente do seu papel de coadjuvante.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails