2.12.10

Rio 40° Graus



Surpresa

Assistimos nas últimas semanas aquilo que todo cidadão de bem sempre esperou das autoridades do Rio de Janeiro. A polícia, auxiliada pelas Forças Armadas, varreu as favelas da cidade, os principais esconderijos de traficantes foram invadidos e os bandidos tiveram seus territórios tomados.

Nunca havíamos assistido uma ofensiva de tal porte. Há tempos atrás, quando ocorriam operações policiais no morro, a impressão que se tinha era de um trabalho inútil. Os policiais arriscavam suas vidas em troco de muito pouco. Os avanços eram ínfimos.

Hoje, nascida de uma reação às ações agressivas de bandidos contra a cidade, podemos observar uma operação eficiente, rápida, estratégica, que não deu aos malfeitores chances de resistência.

O óbvio não tão óbvio

Depois de ofensiva. Agora o Brasil permanece atento ao que ocorrerá no Rio. Não apenas lá, mas também em todo o nosso território. A expectativa de todo cidadão é que, em havendo êxito a luta contra a violência na Cidade Maravilhosa, essa luta sirva de exemplo pra todas as outras cidades do país.

Contudo, o que parece tão óbvio nunca foi tratado na prática com tanta obviedade. Após entrada de tropas nos recônditos mais obscuros da Vila Cruzeiro e Complexo do Alemão, permanecerá o grande desafio de o Estado mostrar-se presente não apenas pelas forças policiais. O povo espera que, seguidamente, entrem também a infraestrutura, educação, saúde, saneamento básico, etc. Enfim, a população tão sofrida daquelas favelas espera, como quem espera a redenção de suas vidas, que ações transformadoras tomem conta de cada canto antes ocupado por bocas de fumo.

As fronteiras

Vi no noticiário que o policiamento e a fiscalização foram intensificados na fronteira entre Brasil e Paraguai, localidade na qual sempre se soube da entrada tanto de drogas quanto de armamentos. O ideal é que não se afrouxe nunca esse policiamento. Faz-se necessário um trabalho firme e estratégico em cada cidade de fronteira a fim de coibir o reabastecimento dos bandidos. Afinal, muitos fugiram. E, infelizmente, não apenas o Rio de Janeiro é marcado pelas ações de traficantes.

Ainda há muito que ser feito. Contudo, como povo cheio de esperança, acreditamos no melhor. E alimentamos a expectativa de que possamos continuar comemorando a vitória do bem sobre as forças do mal.

E torcemos muito para que nossos policiais continuem representando as forças do bem, como há tempos não se podia ver!

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails